Revisão de Objectivos 2015

Goal

Desde Agosto de 2015 o Frugalistico recebeu 832 visitantes. Queria agradecer a todos por visitarem o blogue desde que foi criado no dia 16 de Agosto de 2015. Quero agradecer a todos pelas visitas, as leituras, os comentários e em geral pela motivação na minha jornada em busca da independência financeira e reforma antecipada.

É absolutamente incrível o facto que mais de 800 pessoas diferentes terem dedicado parte do seu tempo para lerem o meu blogue. Estou realmente satisfeito com este número e espero continuar a escrever e ser parte integrante da nossa pequena comunidade online. Sem vocês provávelmente não teria conseguido atingir os meus objectivos para 2015.

Quando iniciei o blogue em Agosto defini três objectivos para 2015, vou explicar cada um individualmente em baixo:

1. Poupar 20% do meu rendimento líquido - Sucesso!

Quando descobri o meu primeiro blogue de reforma antecipada e independência financeira decidi definir uma meta consistente que não fosse demasiado ambiciosa. Numa fase inicial não queria mudar radicalmente o meu estilo de vida, então decidi apontar para os 20%.
Durante todo o ano a minha taxa de poupança foi bastante variável devido à forma como trabalho. Por exemplo, nos meses de Abril e Junho o meu salário foi nulo o que acabou sempre por compensar com os meses seguintes. Em 2016 vou tentar ser um pouco mais organizado com o pagamento do meu salário para que este gráfico seja mais uniforme.

taxa_poupanca_liquida_mensal_dez_2015

Como se pode constatar viver na Irlanda não é caro se conseguir levar um estilo de vida frugal que não foi o meu caso em 2015. Podia ter poupado muito mais se não tivesse comprado um carro mais por capricho do que necessidade.
Mesmo assim consegui terminar o ano com uma taxa de poupança média de 25.15%.

2. Investir 24.000 euros até ao final do ano - Sucesso!

Para alguém que nunca tinha investido um cêntimo em acções ter que terminar o ano com mais de € 24.000 no mercado de acções parecia um objectivo intransponível. Estou feliz por ter conseguido atingir este objectivo.

Em Agosto fiquei interessado em investir em crescimento de dividendos com base em outros blogues que encontrei. Receber pagamentos mensais de dividendos de empresas de alta qualidade é uma óptima maneira de equilibrar a minha impaciência por investimentos a longo prazo.
As actualizações do fundo liberdade mostram que sou de facto um forte adepto da estratégia de crescimento de dividendos.

3. Receber 50 euros em dividendos até ao final do ano - Sucesso!

Com alguns cálculos rápidos em Agosto consegui prever que até ao final do ano conseguiria gerar € 50 em renda passiva através de dividendos. O resultado foi acima do esperado com um retorno passivo de € 67,38.

Dividends per Month

Como novo investidor nem sempre é fácil fazer previsões sobre o futuro, seja a curto ou longo prazo. Temos que ter em consideração as flutuações das taxas de câmbio e os diferentes regimes fiscais numa infinidade de países.

Conclusão

Mais uma vez obrigado pelos vossos check-ins de vez em quando e pelo vosso apoio. Sinto-me abençoado pelo excelente ano que passou. Encontrei um óptimo trabalho, conheci pessoas que me inspiraram que fazem parte de uma excelente comunidade financeira online. Consegui esmagar todos os meus objectivos de 2015. Espero que 2016 seja um ano cheio de desafios e boas perspectivas.

É muito difícil conseguir fazer previsões do futuro, mas é relativamente fácil apontarmos as direcções certas que pretendemos seguir. Definir objectivos é o primeiro passo para a concretização dos mesmos. 2015 foi o ano em que a jornada começou, espero que em 2016 esta jornada continue com um futuro promissor e que no fim da jornada me encontre num lugar melhor do quando comecei complacente e inactivo.

Espero sinceramente que 2015 tenha sido tão bom para si como foi para mim. E se não foi vamos nos certificar que 2016 o seja. Não existe melhor momento que agora para definir objectivos na sua vida.

Já parou para pensar nas coisas boas que aconteceram em 2015? Quais são os seus objectivos para 2016?

Obrigado pela leitura

Comentários

comments powered by Disqus