Fundo Liberdade - Abril 2016

Este mês estou atrasado com a publicação mensal do Fundo Liberdade.
Já lá vai mais um mês e continuo a perseguir os meus objectivos para este ano.
A independência financeira através do investimento em crescimento de dividendos continua a ser um dos meus principais objectivos, embora por vezes tenha que fazer um desvio de tempos a tempos.

Eu sei que devia manter o blogue actualizado, mas não tenho posto a escrita em dia nas últimas semanas. Tenho andado bastante ocupado com o trabalho. Apresentações, novos projectos, introdução de novas tecnologias na empresa ou talvez simplesmente por preguiça.
Tem dias que chego a casa após um longo dia de trabalho e não consigo sentar-me para escrever sobre as minhas metas, investimentos e outros assuntos relacionados com a independência financeira.

Claro que isto não é justo para os leitores habituais a quem eu prometi escrever e manter actualizados sobre a minha jornada e os meus investimentos.
Actualizar as minhas compras/vendas e alterações ao Fundo Liberdade é uma óptima maneira de reflectir sobre a minha estratégia e de me manter motivado ao longo da viagem.

Felizmente há um estimulo recorrente que é a renda mensal passiva de dividendos. Cada vez que um pagamento de dividendos cai na minha conta sou lembrado que estou no caminho certo e vou acumulando estes bónus adicionais sem ter que levantar um dedo. E estes pagamentos crescem com um efeito cumulativo através do crescimento de dividendos e do reinvestimento desses pagamentos.

Ok, chega de conversa. Vamos à apresentação de resultados.
Boom shakalala!

No dia 4 de Março de 2016 vendi a minha posição na Center Point Energy Inc. (NYSE:CNP), 100 acções a $18,80 por acção. Com este negócio ganhei € 96,62.

No mesmo dia voltei a comprar 100 acções a $19,15 por acção. Esta compra e venda foi para transferir as minhas acções do Banco BIG para a Degiro.

No mesmo dia ainda comprei 10 acções a $56,30 por acção da AbbVie Inc (NYSE:ABBV). Com esta compra acumulei um total de 20 acções.

Mais tarde no dia 7 de Março de 2016 abri uma minha primeira posição no sector financeiro comprando 10 acções a $49,95 por acção da Wells Fargo & Co (NYSE:WFC).

Já no dia 9 de Março de 2016 fechei a minha posição na Verizon Communications Inc (NYSE:VZ) vendendo 30 acções a $52,15 por acção. Com este negócio ganhei € 145,99.

No mesmo dia comprei novamente 30 acções a $52,25 por acção.
Esta compra e venda ,mais um vez, foi para transferir as minhas acções do Banco BIG para a Degiro.

No dia 10 de Março de 2016 comprei mais 10 acções a $48,50 por acção da Wells Fargo & Co (NYSE:WFC). Com esta compra acumulei um total de 20 acções.

Para finalizar o mês de Março, no dia 22 abri a minha posição na Teixeira Duarte SA (ELI:TDSA) comprando 4000 acções a € 0,254.

No dia 4 de Abril de 2016 abri uma nova posição na Principal Financial Group Inc (NYSE:PFG) comprando 15 acções a $39,49 por acção.

Com estas transacções adicionei $136,68 ao meu rendimento anual de dividendos com base no pagamento de dividendos actuais.

O valor de mercado actual do Fundo Liberdade é de € 30.018,71.

O fundo liberdade é hoje composto por 18 posições 10 sectores.

Estas actualizações são projectadas principalmente para mostrar as variações de valor das acções subjacentes. O principal objectivo da minha estratégia de investimento é construir um fluxo de dividendos crescente e sustentável a longo prazo.

Sendo assim não pretendo colocar ênfase sobre estas actualizações mensais. No entanto, acho boa ideia acompanhar a valorização/desvalorização dos títulos e estar ciente das suas posições no mercado.

Acho este exercício extremamente útil. Ao actualizar os valores mensais consigo criar uma perspectiva sobre o meu portfolio e analisar quais os títulos com melhor e pior desempenho, permitindo-me tomar decisões fundamentadas sobre onde adicionar mais capital ou mesmo cortar se necessário.

Como foi o teu mês de Março?

Obrigado pela leitura

Comentários

comments powered by Disqus