Dividendos - Novembro 2016

Há uma enorme desigualdade de renda presente no mundo, sem sombra de dúvidas.

Estima-se que 0,7% da população mundial detém 41% da riqueza do mundo. 7,7% detém outros 42,3%, 22,9% detém 13,7% e os restantes 68,7% detém apenas 3%.

Mas eu acredito que aqueles que protestam e demonstram desânimo ao pensarem sobre a riqueza alheia e a concentração de renda no top 1% da população estão a olhar para lado errado.

A galinha da vizinha é melhor que a minha. ou como dizia Theodore Roosevelt Porque é que a comparação é o ladrão da alegria?

Embora seja realmente triste esta verdade não devemos pensar dessa forma. Quando comparamos a nossa situação a outra pessoa, estamos geralmente a olhar para cima.

Se você tem uma casa com 150 metros quadrados e começa a comparar a sua casa com a casa do vizinho de 200 metros quadrados, de repente a sua casa parece pequena.

Se você conduz um Fiat e começar a comparar o seu carro com o Ferrari desportivo do vizinho o seu carro não lhe vai parecer bom o suficiente.

Se você veste um fato da Zara e comparar com o fato Armani do seu colega de repente sente-se mal vestido.

Em quase todas as comparações que você fizer desta forma um pouco da sua alegria será roubada.

Olhar para os outros de baixo é prejudicial e também uma completa perda de tempo.

É tudo uma questão de perspectiva.

Porque é que nunca olhamos para baixo?

Se você tem uma casa de 150 metros quadrados deve estar grato sabendo que é muito melhor do que 1,6 mil milhões de pessoas em todo o mundo que carecem a habitação adequada.

Se você conduz um Fiat deve estar contente por possuir um carro. A propriedade global de veículos per capita em 2010 foi de 148 veículos por 1000 pessoas.

Se você veste Zara... ok acho que deu para entender.

A razão da comparação ser o ladrão da alegria é porque as pessoas tem essa obsessão em comparar a sua situação com situações que excedem a sua. O que eles têm não é suficiente e com esta mentalidade nunca será.

Se quiser comparar compare com aqueles que têm menos.

Na minha opinião comparar-se com outra pessoa é um exercício infrutífero.
Pessoalmente tenho apenas uma comparação: a melhor versão de mim mesmo.

Todos os dias penso como posso melhorar a minha situação e o mundo ao meu redor. Assim o meu ponto de referência são os meus resultados.

Simplesmente ignoro o ruído, não sofro decepções e foco-me no que é realmente importante. Tornar-me numa pessoa melhor.

Vejo a vida como um jogo de tabuleiro onde todos recebemos regras, vantagens e desvantagens diferentes. As vidas podem parecer semelhantes à partida, mas todos jogamos de diferentes formas. A sorte e a genética têm muito a dizer sobre onde começamos bem como onde terminamos.

O segredo está em maximizarmos o nosso potencial através do esforço. O ponto de partida pode ser fixo, mas o esforço pessoal pode ser ilimitado em termos de força de vontade. No final do jogo não importa onde começamos, importa sim onde terminamos.

Sendo assim vamos ver como está a evoluir a minha árvore de dividendos.

No mês de Novembro consegui acumular um total de €75,42.

Data Ticker Empresa Valor
01-11-2016 NYSE:VZ Verizon Communications Inc. € 8,84
14-11-2016 NYSE:TLLP Tesoro Logistics LP € 12,32
15-11-2016 NYSE:ABBV AbbVie Inc € 9,05
15-11-2016 NYSE:PG Procter & Gamble Co € 7,97
18-11-2016 NYSE:LAZ Lazard Ltd € 14,34
21-11-2016 NYSEMKT:TIS Orchids Paper Products Company € 13,98
23-11-2016 NYSE:WSM Williams-Sonoma, Inc. € 8,92

A receita total de dividendos recebida durante 2016 é de €899,04

O caminho continua em busca da liberdade financeira, e não vou perder o meu tempo comparando o meu progresso com outras pessoas. Muito menos fico chateado por não fazer parte do 1%.

Ao abdicar de tempo e energia em comparações está a desperdiçar tempo e energia que poderia usar a seu favor para melhorar a sua posição. O tempo é o bem mais raro e valioso e tende a ficar cada vez mais raro e valioso com o passar do tempo.

Mas se você se sente injustiçado por não fazer parte do 1%, não se preocupe. Se você está a ler este artigo é porque tem acesso a electricidade e tem uma ligação à Internet.

Você está bem melhor que mil milhões de pessoas lá fora.

Como foi o teu mês de Novembro? Passaste muito tempo a comparar-te com outros? Você sente-se bem mesmo sabendo que não faz parte do 1%?

Obrigado pela leitura

Comentários

comments powered by Disqus