Chegou a hora de entrar em pânico?

Panic?

Por falar em início do ano auspicioso...

O mercado tropeçou no início do ano como um bêbado que deixa o seu bar favorito no final do dia. Praticamente todos os sectores estão em queda em todos os mercados.

Muitos especialistas afirmam que este é o início, há muito aguardado, de um mercado bear.

Chegou a hora de entrar em pânico?

Claro que não.

Você deve entrar em pânico por vários motivos. Por exemplo quando uma criança sobre a sua protecção desata a correr para a estrada.
Mas nunca quando está a gerir uma carteira.

Vamos analisar a realidade dos factos.
As árvores não crescem até ao infinito, nem os stocks sobem em perpetuidade.

A história mostra que todos os mercados bull são seguidos por um mercado bear. O que é conveniente, porque cada mercado bear é seguido por um mercado bull.

A tendência do mercado a longo prazo é composta por altos e baixos.

Recordando as palavras de Peter Lynch, o gestor lendário do Fundo Fidelity Magellan, escreveu no seu clássico "One Up on Wall Street":

Thousands of experts study overbought indicators, oversold indicators, head-and-shoulder patterns, put-call ratios, the Fed’s policy on money supply, foreign investment, the movement of the constellations through the heavens, and the moss on oak trees, and they can’t predict the markets with any useful consistency, any more than the gizzard squeezers could tell the Roman emperors when the Huns would attack.

Quase sem excepção, as pessoas que proclamam que o fim está próximo têm uma longa história de fazer previsões tolas, além de demonstrarem uma completa incapacidade de sentir vergonha pelos seus comentários.

Como John Bogle, fundador da Vanguard, observou muitas vezes. Existem 2 tipos de visionários de mercado: Aqueles que não sabem o que estão a fazer e os que não sabem que não sabem o que estão a fazer.

Na próxima vez que ouvir um comentador da Bloomberg pronunciar uma previsão da direcção que o mercado. E dada a incerteza inerente dos mercados financeiros, o que um investidor que deve fazer?

  1. Fazer um plano viável com antecedência.
  2. Responder sem emoções à volatilidade do mercado.
  3. Seguir o seu plano com disciplina.

No caso do investidor a longo prazo. Ele sabe que os mercados bull e bear são um facto da vida. Sendo assim deve alocar os seus activos e seguir a sua estratégia.

Isso significa que em cada ano, o investidor deve vender os activos que foram mais apreciados e acrescentar aos que estão mais desfasados. Isto aplica-se a classes de activos, como acções, obrigações, fundos de investimento imobiliário, etc. Não de acções individuais. Não deverá reforçar as piores acções do seu portfólio.

Reequilibrar reduz a volatilidade da sua carteira obrigando-o a vender quando está alto e comprar quando está baixo.

Por outro lado, um investidor a curto prazo utiliza uma disciplina diferente, usando Tralling Stops protegendo os lucros nos bons tempos enquanto o valor do stock está a subir e reduzindo as percas nos maus tempos.

Por exemplo, a Lisa compra 100 acções da Joe Ice Cream a $30 por acção. Para protecção, Lisa decide colocar um trailing stop de 10%, o que significa que o corretor irá tentar executar uma venda de acções se caírem 10% abaixo do preço de compra.

O trailing stop seria accionado se o preço caísse para $27 por acção. No entanto, se o preço chegar aos $60 por acção, a corretagem ajusta automaticamente o preço de desencadeamento para $54 (reflectindo uma perda de 10% do preço da acção actual).

No entanto, os investidores devem realmente implementar estes mecanismos invés de simplesmente imaginarem que seria uma boa ideia coloca-los em prática. Alguns investidores com medo que terminarem com perdas pequenas a curto prazo, acabam com perdas grandes a longo prazo.

Não é bom.

Perdas pontuais são factos da vida. Isso significa que deve agir resolutamente sem emoções. Se não o conseguir fazer, talvez seja melhor transferir a gestão da sua carteira para um profissional. Cada homem deve saber as suas limitações.

Não estou a sugerir que deixe de sentir emoções ocasionalmente. Isso é pedir demais, no fim das contas somos todos seres humanos de carne e osso. Simplesmente devemos aprender a lidar com as perdas como uma situação natural.

Mas não pode agir emocionalmente e esperar prosperar.
Pode parecer simples, ter um plano viável, responder sem emoções e seguir o seu plano com disciplina.

Mas a história mostra que a chave para o sucesso do investimento a longo prazo não está em fazer algo absolutamente brilhante ou em fazer algo absolutamente estúpido.

Bons investimentos

Comentários

comments powered by Disqus