Actualização - Janeiro 2021

A história do filho mais novo de Warren Buffet, Peter Buffet, é inesquecível.

Em 1977, aos 19 anos, Peter recebeu cedo a sua herança.
Warren deu a Peter $90.000 em acções da Berkshire Hathaway (NYSE:BRK-B).

O pai de Peter disse que esta seria a sua herança e que ele não deveria esperar mais nada.

Warren já tinha todo o seu património líquido investido na Berkshire na época.

O jovem Peter era aspirante a músico.
Ele viu nos $90.000 uma oportunidade de seguir o seu sonho.

Peter vendeu todas as acções da Berkshire.

E viveu com os lucros tentando seguir a carreira de músico profissional.

Mudou-se para São Francisco onde alugou um minúsculo apartamento onde vivia de forma frugal.

Comprou equipamento para gravação, escreveu música e aperfeiçoou o seu ofício.

Com o tempo foi vivendo com o dinheiro que ganhou com a venda das acções.

Lançou meia dúzia de álbuns e até trabalhou na faixa sonora do filme vencedor do Oscar, Danças com Lobos.

E se Peter tivesse escolhido outro caminho?

Os números são fáceis de calcular...

Quando Peter recebeu a sua herança antecipada no início de 1977, a Berkshire Hathaway era negociada por $89 por acção.

Hoje, com o pai de Peter ainda à frente da empresa com 90 anos, essas mesmas acções são negociadas por $337.000.

Se Peter tivesse mantido as acções da Berkshire, que valiam $90.000 quando as recebeu, essas acções valiam hoje 314 milhões de dólares americanos.

Será que Peter se arrependeu de ter vendido as acções? Ele diz que não.

Eu espero que seja verdade, mas não sei se acredito.

Por outro lado, Franklin Otis Booth Jr. escolheu um caminho muito diferente.

No início dos anos 1960, enquanto ganhava uma vida modesta a trabalhar para um jornal, Booth conheceu um jovem advogado de nome Charles Munger.

Quando percebeu que as recentes mudanças legais tornaram o investimento em condomínios atraente, Munger sugeriu que Booth desenvolvesse condomínios numa propriedade que o avô de Booth possuía em Pasadena no estado da Califórnia.

Booth aceitou o desafio, mas apenas o faria se Munger investisse ao seu lado.

Usando principalmente dinheiro emprestado, Munger e Booth construíram um condomínio de 40 unidades por 1 milhão de dólares.

Dois anos mais tarde, venderam todas as unidades e dobraram o seu investimento, obtendo um lucro de 1 milhão de dólares.

Eles continuaram a trabalhar juntos e investiram em mais um empreendimento imobiliário com sucesso onde tiveram resultados semelhantes.

Em 1963, Munger contou a Booth que conheceu um jovem excepcionalmente inteligente da cidade natal de Munger, Omaha, Nebraska.

Booth entrou num avião e voou para o conhecer.
Foi então apresentado a Warren Buffet, ainda não conhecido na altura.
Booth reconheceu imediatamente o seu talento único.

Pouco tempo depois, Booth investiu 1 milhão no jovem de Omaha.

Booth queria que Buffet administrasse o seu dinheiro o mais rápido possível e pelo maior tempo possível.

O investimento de 1 milhão deu a Booth 18.000 acções da Berkshire, o que equivale hoje a uma quota de 1,4% da empresa.

Booth não tocou no seu investimento na Berkshire por um longo tempo.
Ele deixou Warren fazer o seu trabalho por décadas.

Este foi realmente um dos maiores investimentos já feitos.

Moral da história: Dê tempo ao mercado.

O meu filho tem 2 anos.

Ainda é demasiado novo para aprender o poder dos juros compostos.

Peter Buffet não foi paciente. Custou-lhe centenas de milhões de dólares.

Booth foi incrivelmente paciente. Isso tornou-o incrivelmente rico.

Quando o meu filho chegar à idade certa, vou contar-lhe a história de Peter e Franklin e vou deixar que tire as suas conclusões.

Lembro-me quando era garoto, pedi 50 escudos ao meu avô para comprar um pacote de batatas fritas.
O meu avô disse-me. - Senta-te neste banco por uns minutos. Se conseguires estar aqui sentado por uns minutos eu dou-te 50 escudos.

É extremamente difícil para uma criança ficar sentada sem fazer nada por uns minutos. Lembro-me como se fosse hoje.

Após alguns minutos ali sentado o meu avô deu-me 50 escudos e disse. "Ter paciência é uma virtude".
Quando me disse estas palavras não dei grande importância.
Estava mais preocupado com a possibilidade do café fechar e não conseguir chegar a tempo para comprar o pacote de batatas fritas.

Hoje entendo melhor que nunca o que ele me tentou ensinar nesse dia.

Com o tempo, o mercado segue apenas uma direcção. Para cima.

Isto ocorre a um bom ritmo de quase 10% ao ano, em média.

Haverá solavancos ao longo do caminho, mas no longo prazo esses solavancos são apenas pequenos pontos.

A receita é simples.

Basta ter uma exposição diversificada ao mercado de acções e dar à máquina geradora de riqueza o máximo de tempo possível.

Vamos então como habitual rever mais um mês. O último mês de 2020.

Movimentos na Carteira de Acções

  • Vendi 233 acções da Altri a €5,035 por acção (08/12/2020)

  • Comprei 93 acções da Danaos a $20,70 por acção (31/12/2020)
  • Comprei 17 acções da FTI Consulting a $111,00 por acção (31/12/2020)
  • Comprei 77 acções da Virtu Financial a $24,75 (31/12/2020)

Dividendos

  • Recebi $6,78 em Dividendos da Kinross Gold Corp (11/12/2020)
  • Recebi $5,88 em Dividendos da Cboe Global Markets (16/12/2020)

Total em Dividendos no mês de Dezembro: €10,41

Imobiliário

Fundo Pensão

Balanço Dezembro 2020

Rendimentos

Poupança: 48,38%

Despesas

No mês de Dezembro as despesas estiveram todas dentro do orçamento.

2020 foi um ano excelente apesar de todos os problemas que estamos a passar.
Consegui terminar o ano com uma taxa de poupança de 51,20%.
O melhor ano até hoje desde que comecei a jornada.

Bons investimentos e bom ano novo

Comentários

comments powered by Disqus