A previsibilidade e a practicalidade dos dividendos

Anti-Anxiety-Dividends-For-Your-Owner

Após a recente volatilidade no mercado de acções achei que seria o momento ideal para rever a natureza do investimento em crescimento de dividendos (ICD).

O ICD é uma estratégia robusta para aqueles em que o objectivo é retirar uma receita crescente de dividendos a longo prazo.

Existe uma série de factores que torna esta estratégia atraente. Mas hoje decidi escrever sobre dois factores que fazem o ICD ser a minha estratégia de investimento favorita mesmo quando o Sr. Mercado se encontra temperamental.

Os dividendos são previsíveis

Se alguém me perguntar qual será o preço da acção da Royal Dutch Shell plc (RDSA) amanhã, na próxima semana, ou no próximo mês. Não faço ideia! Talvez € 22 por acção. € 23?

Qual a probabilidade de acertar no preço da acção da RSDA no dia 13 de Novembro de 2015? Zero.

Mas se me perguntarem qual será o dividendo da RDSA a 13 de Novembro de 2015, eu sei com 100% de certeza que vão pagar $0.47 por acção.

Também sei que a probabilidade da RDSA pagar $0.47 em meados de Fevereiro é elevada.

As chances da RDSA aumentar o valor do dividendo em Maio é também muito elevada. Isso significa que os investidores podem esperar no mínimo um valor de $0.47 por acção em Maio.

Isto é previsível.

Podemos prever o futuro com alguma certeza. É a previsibilidade dos dividendos que me convence a seguir esta estratégia e me faz acreditar que um dia vou conseguir construir uma fonte de rendimento passiva proveniente de dividendos.

A previsibilidade dos dividendos funciona incrivelmente bem a longo prazo, mesmo com o comportamento temperamental do mercado de acções que se repetirá várias vezes no futuro.

É tão importante poder prever a receita de dividendos como as nossas despesas fixas.

Eu sei quanto vou pagar de renda no próximo mês. Sei que a minha conta de telemóvel vai custar 20 euros por mês. Tenho uma ideia de quanto vou gastar em mercearias no próximo mês e assim por diante.

Ao alinhar a receita de dividendos com as despesas podemos planear de uma forma mais eficiente os nossos orçamentos. As oscilações do mercado não afectam a receita de dividendos.

Afinal, quem quer andar preocupado com o preço dos stocks quando podemos estar ocupados a viajar pelo mundo, ou passar tempo com as pessoas que nos são queridas, ou seguir as nossas paixões?

O dividendo é pago directamente ao accionista pela empresa. O concelho de directores da Royal Dutch Shell determina o meu dividendo com base no número de acções que possuo. É sobre o lucro que a empresa determina a capacidade de pagar e aumentar o dividendo. Se a Shell continuar a lucrar a longo prazo o dividendo vai continuar a crescer e a ser pago aos investidores.

O outro lado da moeda é o preço das acções. O preço da acção não é determinado pelo conselho de administração da Royal Dutch Shell. Este valor é determinado por forças externas, oferta e procura, boatos, ruído, milhões de comerciantes comprando e vendendo a cada milissegundo, robotraders que procuram tirar partido da vantagem tecnológica e muitos outros factores.

O meu portfolio oscilou em mais de € 2.000 durante mês passado. O que aconteceu ao valor da receita de dividendos anual? Nada! O valor de mercado do seu portfolio pode variar, mas a receita de dividendos tende a ser constante.

Os dividendos são práticos

O outro motivo que me faz seguir a estratégia de investimento em crescimento de dividendos é o facto que não tenho que cortar a minha árvore constantemente.

A ideia de ter que vender parte da minha carteira de acções todos os meses não parece má quando você tem entre 30 e 50 anos. Mas e quando você tiver 70/80? Você vai querer andar preocupado a controlar a seus stocks e acompanhar a taxa de inflação o resto da sua vida?

Terá que perguntar a si mesmo o que prefere analisar quando chegar a essa idade. Prefere acompanhar o valor da sua receita de dividendos ou o valor de mercado do seu portfolio?

Se decidir viver de investimentos durante algumas décadas a probabilidade de presenciar várias épocas de mercado bear é elevada. Imagine que tem 80 anos. Quer realmente estar preocupado com os ajustes que terá que fazer ao seu portfolio?

Os dividendos são depositados na minha conta bancária e eu não tenho que fazer nada para que isso aconteça. Não tenho que acompanhar o mercado. Não tenho que vender acções. E não tenho necessidade de me preocupar com robotraders e rumores.

Os dividendos tendem a crescer com o tempo. Quanto mais cedo começar, maior cedo começará a criar uma renda passiva que o ajudará a cobrir as suas despesas.

Se receber €20.000 anuais em dividendos aos 50 anos pode assumir (usando a regra de 72) que o rendimento de dividendos será aproximadamente o dobro a cada década considerando que os dividendos têm uma taxa de crescimento anual de 7%.

Com base nos números parece-me razoável supor algo como € 40.000 por ano em receita de dividendos aos 60. € 80.000 aos 70. €160,000 aos 80.

Claro que poderá ter que fazer alguns cortes ao longo do tempo. Algumas empresas podem ter problemas financeiros e cortar os dividendos ou mesmo declarar falência. Especialmente quando estamos a falar de décadas.

É importante diversificar a sua carteira em diversos sectores e industrias escolhendo sempre empresas de qualidade que asseguram crescimento dos dividendos a longo prazo. Mesmo que venha a perder rentabilidade devido a um ou dois cortes, essa rentabilidade será rapidamente corrigida com dividendos de outras acções da sua carteira.

Conclusão

A volatilidade não me incomoda. Eu olho para a volatilidade a curto prazo como uma oportunidade a longo prazo, oferecendo-me a possibilidade de comprar activos de alta qualidade a preço de saldo. Volatilidade e risco não são sinónimos.

Os dividendos são previsíveis e práticos. O meu portfolio pode ter balançado nas ultimas semanas na ordem dos 4 dígitos mas a receita de dividendos do meu investimento ficou completamente inalterada.

Sinto-me confiante por saber que a minha receita de dividendos é completamente independente das oscilações dos preços das acções. A capacidade de alcançar a independência financeira baseia-se no desempenho subjacente de negócios reais na venda de produtos e serviços que originam uma crescente receita de dividendos.

A minha receita de dividendos é quase tão previsível como a minha despesa. Dessa forma é possível determinar o nível de independência financeira e onde estou no espectro de liberdade ao longo da minha jornada.

Não me preocupo com os preços das acções e o valor de mercado do meu portfolio. A minha renda não tem um ticker electrónico que oscila diariamente. É óptimo poder confiar numa fonte de rendimento que é prática e previsível.

Achas que a natureza pratica e previsível dos dividendos atraente?

Obrigado pela leitura.

Comentários

comments powered by Disqus