5 formas de parar de gastar dinheiro à toa, parte 5

Tudo o que eu faço para poupar dinheiro pode ser replicado por qualquer um.

Para provar o meu ponto vou escrever sobre cinco mudanças que fiz na minha vida de forma a reduzir os meus gastos.

Estas cinco mudanças serão exploradas numa série de 5 artigos que decidi escrever no blogue frugalistico. Podem ler o primeiro artigo aqui,o segundo aqui, o terceiro aqui e o quarto aqui.

Este é o quinto artigo da série.

Antes de começar, gostava de alertar que a maioria das mudanças que vou descrever podem ser consideradas extremas.

Medidas extremas muitas vezes produzem resultados extremos.

Se você se quer reformar numa década, antes da maioria das pessoas, provavelmente vai ter que começar a gerir as suas despesas de outra forma.

Como podem imaginar esta série de artigos não vai falar sobre "cortar no seu latte diário".

Nestes artigos vou tentar mostrar quais são as implicações destas mudanças e como estes métodos podem criar riqueza real e duradoura a qualquer um.

Essa riqueza real e duradoura pode então ser usada para gerar renda passiva necessária para não depender do seu trabalho e se tornar financeiramente independente.

Se você realmente pretende se reformar cedo, ou pelo menos mais cedo que a maioria das pessoas, deve considerar a implementação de algumas destas ideias de poupança no seu orçamento pessoal.

Método de Poupança Número 5: Pare de gastar tanto com o telemóvel.

Os telemóveis são ubíquos nos dias de hoje.

Onde quer que você olhe, vai ver alguém a usar um smartphone.

As pessoas quase que não podem viver sem os seus telemóveis.

Este fenómeno, em parte, foi um dos motivos que me fez investir em empresas como a Verizon Communications (NYSE:VZ), a Telefonica (BME:TEF) e a Mellicom International (STO:MIC-SDB) no meu portfólio pessoal - uma carteira cheia de acções de crescimento de dividendos que gera renda com objectivo de um dia cobrir a maioria das minhas despesas pessoais, dando-me a oportunidade de me reformar aos 40 anos.

Você pode argumentar a necessidade destes dispositivos na forma como adicionam ou retiram qualidade às nossas vidas.

No entanto, não pode argumentar a despesa que estes dispositivos geram.

Antes de começar a adoptar um estilo de vida frugal e a pensar a sério como economizar dinheiro costumava gastar mais de €50 por mês com a minha assinatura de serviço móvel.

Isto aconteceu em 2009.

Tinha um iPhone 3G e um plano de dados da Vodafone que me permitia aceder à Internet em todo o lado, sem limite de tráfego.

Nas férias levei esse mesmo dispositivo para o Brasil por 2 semanas, usei e abusei do serviço. Fiz check-in em todos os bares e restaurantes, postei fotos e videos no facebook.

Coisas realmente importantes, eu sei. :)

Quando cheguei de férias de volta a Portugal recebi uma factura de mais de 1000 euros para pagar por uso de roaming.

Coisa que nunca teria acontecido se tivesse um plano por pré-pago.
Estive literalmente a desperdiçar dinheiro, e foi nesse dia que decidi cortar substancialmente os meus gastos nessa categoria.

Sim, ainda tenho telemóvel hoje em dia. Mas gasto muito pouco com ele.

Como assim?

Aderi a um plano pré-pago barato da Three.

E fiz isso por uma razão.

Consigo poupar uma pipa de massa.

O plano All You Can Eat da Three permite ter Internet ilimitada, mensagens grátis para todas as redes, chamadas grátis para todas as redes no fim-de-semana e chamadas grátis entre clientes three.

Tudo isto por apenas €20 por mês. E ainda deixa acumular esse crédito para ser usado de diversas formas (Comprar livros e musica na Google Play Store, parque de estacionamento, etc.). Além disso, não existe nenhum contrato. Você pode sair quando quiser.

Vamos fazer algumas contas rápidas.

Ir de €50 por mês para €20 por mês sou capaz de economizar €30 por mês.

Se você for capaz de investir esse dinheiro com uma taxa de retorno composta de 8% por 20 anos (ignorando os impostos e inflação), esse dinheiro se transformaria em quase €18.000!

Isto começando do zero. Este é o poder dos juros compostos.

Uma pequena mudança que provavelmente nem é perceptível, mas pode gerar uma boa quantidade de dinheiro no final de cada ano.

Se você não quer aderir à Three, tudo bem. Existem outros planos pré-pagos similares no mercado.
Mas acho que deve considerar reduzir os gastos com o seu plano de telemóvel.

Esses gastos podem estar a atrasar a sua idade de reforma.

Claro que a qualidade do serviço pré-pago não se compara à qualidade de um serviço pós-pago. Nos planos pré-pagos a sua velocidade de acesso à Internet pode variar consoante o uso do serviço, após o uso excessivo diário permitido.
Isto não acontece num plano pós-pago.

Mas ser financeiramente independente numa idade jovem tem muito mais benefícios que qualquer serviço de Internet móvel. Poder aproveitar o seu tempo com a sua família e amigos sem ter que se preocupar em trabalhar para ter dinheiro para cobrir as suas despesas pessoais não tem preço.

Tenha uma mente aberta. Se tiver um limite de tráfego mensal, use pontos de acesso wi-fi públicos que estão praticamente em todo o lado. Use-os tanto quanto possível.

Espero que tenha gostado desta série. Isto são práticas reais que aplico no dia-a-dia e espero aplicar por vários anos com o objectivo de reduzir a minha despesa para que me possa reformar antes da maioria das pessoas.

Algumas destas ideias são extremas. Mas a ideia de reforma aos 40 anos também é extrema. Não se podem esperar resultados extremos sem práticas extremas.

Espero que encontre valor nesta série de ideias e consiga implementar algumas destas mudanças.

Tome conta do seu dinheiro para que um dia o seu dinheiro possa tomar conta de si.

Obrigado pela leitura

Comentários

comments powered by Disqus