Millicom Internacional Cellular SA (STO:MIC-SDB)

As eleições passaram e os Estados Unidos têm um novo presidente.

Sim, ele ganhou. Uma desilusão para muitos que esperavam o caos nos mercados. Mas assim que saíram os resultados não se observou muita volatilidade.

Alguns stocks estavam sobreavaliados, outros estavam subavaliados. Mas no dia seguinte tivemos uma boa recuperação um pouco por todos os mercados.

A tempestade passou e os investidores voltaram aos mercados em força.

São dias como o dia das eleições presidências nos Estados Unidos que me fazem ser um investidor em crescimento de dividendos a longo prazo.

Independentemente de quem ganhe as eleições, a probabilidade dos bons negócios continuarem a ter bons resultados é muito alta.

A melhor forma de medir o desempenho de um bom negócio é olhar para o crescimento do dividendo nos últimos anos.

Analisar a capacidade de pagar e crescer o dividendo é um dos melhores testes de qualidade que pode ser feito a um negócio.

Além disso, o foco no crescimento dos dividendos permite ignorar o ruído dos mercados.

Os stocks sobem e descem. Já os dividendos têm tendência a subir durante os próximos anos.

Cabe ao investidor separar os bons dos maus negócios.

O segredo está em encontrar valor. O preço é simplesmente o que você paga pelo stock. Já o valor porém representa o que esse stock realmente vale.

Não confundam preço com valor. Se eu disser que um stock vale 50 euros, isso não significa nada. Talvez esse stock na realidade vale 100 euros, ou talvez 10. Mas sem encontrar o valor, o preço não significa nada.

O valor dá contexto ao preço.

Um investidor a longo prazo deve procurar oportunidades de comprar acções de crescimento de dividendos de alta qualidade precisamente quando estas estão em promoção. Ou seja com preços menores do que realmente valem.

Dito de outra forma, deve-se aspirar a comprar acções de crescimento de dividendos de qualidade quando estas estão subvalorizadas.

Isto porque esses stocks oferecem um rendimento mais elevado e uma perspectiva de retorno a longo prazo maior com menor risco.

A lógica é simples de seguir.

Com isto em mente, ando constantemente à procura de acções que estão subvalorizadas.

E parece que encontrei uma óptima oportunidade...

A Millicom Internacional Cellular SA é uma empresa internacional de telecomunicações e média. Oferece uma gama de serviços digitais a mais de 63 milhões de clientes em 14 mercados na África e América Latina.

A Millicom foi um dos pioneiros das telecomunicações moveis de consumo em massa e foi formada em 1990 quando a Millicom Inc. se fundiu com uma empresa sueca de investimentos Industriforvaltnings AP Kinnevik.

Desde então, a empresa tem visto crescer a sua receita anual para $7,2 Mil Milhões, impulsionada principalmente pelos serviços de telecomunicações moveis e também com um portfólio crescente de serviço de tv por cabo, satélite, banda larga, e-commerce, serviços financeiros, B2B e outros meios.

A Millicom divulgou resultados no terceiro trimestre acima das expectativas. A coroa sueca tem vindo a valorizar em relação ao euro. A receita líquida da empresa caiu 2,8% no semestre e 5,7% no período de 9 meses. A empresa teve um crescimento de 20% nos serviços moveis e por cabo.

A rede de cabo da Millicom chega a 8 milhões de lojas e a receita cresceu 8,3%. Os dados moveis e por cabo da América Latina representam agora 49% da receita da empresa. Esta porção continua a crescer e o declínio da receita de voz e SMS torna-se menos significativo.

O negócio africano também teve um bom desempenho com um crescimento de receita de 10%. Este negócio também melhorou a sua margem EBITDA quase 4 pontos percentuais para 28,5%. Isto fez com que a margem EBITDA ajustada atingisse 36,1% no trimestre. Estes valores comprovam que as acções se encontram significativamente desvalorizadas.

Eu acho que a Millicom é uma empresa interessante por se concentrar em países com menor dimensão fora do caminho dos países grandes.

Por exemplo, a empresa têm tido negócios na América Central que têm sido ignorados pela América Movel e Telefónica, dois grandes operadores na América Latina. Enquanto o crescimento das telecomunicações móveis nos países grandes da América Latina tem vindo a desacelerar a Millicom têm vindo a crescer nos países menores da América do Sul e em alguns países africanos.

A empresa é o maior operador móvel na Guatemala, El Salvador, Honduras, Paraguai e Chade. É também a maior operadora de televisão paga da Costa Rica. É também a segunda ou terceira maior operadora no resto dos países onde tem presença. Devido ao menor tamanho desses países têm encontrado menor concorrência.

A pouca concorrência permite a Millicom gerar um excelente retorno sobre o capital na América Latina. Embora seja apenas a terceira maior operadora móvel da Colômbia, com a aquisição da empresa de TV por cabo UNE em 2014 consegue estar próxima da Telefónica em número de assinantes. Em vários países latinos tem vindo a acrescentar televisão por assinatura, banda larga e serviços financeiros.

Acredito na estratégia da empresa já que os serviços de voz e mensagens escritas estão a ficar saturados e as receitas têm vindo a diminuir à medida que os assinantes vão abandonando estas tecnologias. No entanto os serviços de dados estão a crescer rapidamente.
Adicionando os novos empreendimentos, acredito que a empresa apresenta oportunidades de crescimento significativas.

Em África as taxas de penetração sem fios são muito baixas, proporcionando um potencial de crescimento significativo de assinantes. A concorrência de vários operadores em muitos países africanos impediu a Millicom de geral altos níveis de retorno comparando com a América Latina.

Mesmo assim acho que há uma ampla oportunidade de crescimento de receita a longo prazo, expansão de margens e melhor retorno sobre o capital nesta região.

A Morningstar, uma empresa líder e respeitada em analises de stocks, avalia os stocks num sistema de 5 estrelas. Em que 1 estrela significa que o stock está sobrevalorizado e 5 estrelas significa que o stock está desvalorizado. 3 estrelas indica que está um preço justo.

A Morningstar classifica a Millicom com 5 estrelas, com um valor justo de SEK 583.

Qual a tua opinião sobre a Millicom Internacional Cellular SA (STO:MIC-SDB)?

Obrigado pela leitura

Comentários

comments powered by Disqus